Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Representantes da Rápido Sumaré não comparecem à reunião para discutir problemas do transporte público coletivo - 92FM São João

Fale conosco via Whatsapp: +55 19 99823 3516

No comando: No Break 92

Das 00:00 às 02:00

No comando: Rodeio 92

Das 05:00 às 07:00

No comando: Momento Agro

Das 06:25 às 06:25

No comando: Fique por Dentro

Das 06:55 às 16:55

No comando: Jornal da 92

Das 07:15 às 08:00

No comando: Conta Tudo

Das 08:25 às 11:25

No comando: Bom Astral

Das 08:55 às 08:55

No comando: Drops do Pet

Das 10:15 às 10:15

No comando: Aninha na Cozinha

Das 10:18 às 10:18

No comando: Na Estica

Das 10:20 às 10:20

No comando: Drop dos Artistas

Das 10:35 às 10:35

No comando: A Hora do Peão

Das 11:00 às 13:00

No comando: Torcida Brasil

Das 11:25 às 11:25

No comando: Mais Mais Brasil

Das 13:00 às 14:00

No comando: Top Design Home

Das 13:55 às 13:55

No comando: FDS Deixa Rolar

Das 14:00 às 15:00

No comando: Bem Viver

Das 14:45 às 14:45

No comando: Link UpGrade

Das 16:15 às 16:15

No comando: Top Tunes

Das 17:00 às 18:00

No comando: Automotors

Das 17:35 às 17:35

No comando: #Fica a Dica

Das 17:40 às 17:40

No comando: Milk Shake

Das 18:00 às 19:00

No comando: A Hora do Mução

Das 18:00 às 19:00

No comando: Time Machine

Das 19:00 às 20:00

No comando: Arquivo 92

Das 19:00 às 20:00

No comando: Os Moluscos

Das 21:55 às 21:55

No comando: Slow Motion

Das 22:00 às 24:00

No comando: Up Grade

Das 23:00 às 01:00

Representantes da Rápido Sumaré não comparecem à reunião para discutir problemas do transporte público coletivo

Os representantes da Rápido Sumaré não compareceram à reunião desta terça-feira (21) na Câmara Municipal de São João da Boa Vista, marcada para discutir os problemas do transporte público coletivo da cidade, que está com a frota reduzida.

De acordo com a empresa, como seus representantes já tinham ido à Casa Legislativa no dia 30 de agosto para tratar do mesmo assunto, não seria necessária a presença em uma nova reunião. Mesmo com a ausência da Rápido Sumaré, o encontro foi realizado.

Estiveram presentes na reunião o presidente da Câmara, Rui Nova Onda, os vereadores Claudinei Damálio, Junior da Van, Macena e Titi; o diretor de Segurança e Trânsito da Prefeitura, Ulisses Brandão Ribeiro; e do chefe de Gabinete da prefeita, José Fernando Bruno.

INDIGNAÇÃO DOS VEREADORES

A ausência da Rápido Sumaré gerou indignação nos vereadores. Claudinei Damálio sugeriu que o caso fosse levado à justiça por, na visão dele, a empresa não estar cumprindo com o contrato firmado.
Rui Nova onda considerou a ausência um desrespeito por parte da Rápido Sumaré, uma vez que a maior prejudicada com a situação do transporte coletivo é a população. Ele afirmou ainda que o Legislativo tem sugestões para a resolução dos problemas, mas a ausência da empresa na reunião dificulta o diálogo.

PROBLEMAS NO TRANSPORTE
Toda a discussão acerca do transporte público começou depois que a Rápido Sumaré reduziu para seis o número de ônibus circulando pela cidade, por conta da baixa ocupação dos veículos.
A empresa alegou que estava passando por dificuldades financeiras e precisou alterar a qualidade do serviço. a decisão causou insatisfação em boa parte dos usuários do serviço, que passaram a ter dificuldades para se locomover pela cidade.

Na reunião desta terça-feira, o chefe de gabinete da prefeita, José Fernando Bruno, reafirmou que a empresa segue pedindo um auxílio financeiro da prefeitura, o que, na visão dele, é difícil de ser feito, porque o orçamento não prevê verba para isso, e também porque a administração municipal tem outras demandas.

Bruno ainda afirmou que a Prefeitura vai propor o aumento de número de veículos para 12, apostando em uma alta da ocupação dos ônibus no final deste ano. O chefe de gabinete voltou a levantar a hipótese da transferência do prédio do Poupatempo para o Terminal Rodoviário Urbano, uma vez que ele considera que a mudança elevaria o fluxo de passageiros.

Por fim, o chefe de gabinete disse que, se não houver retorno da empresa, o caso pode ser levado à justiça.

Deixe seu comentário:

Curta e Siga a 92FM

Podcasts da 92FM

Tá rolando!